__Os recursos são destinados mediante apresentação de projetos com roteiro próprio, avaliados tecnicamente e aprovados pelo Conselho do Fundo de Solidariedade. O valor dos projetos apoiados gira em torno de cinco salários mínimos.

Critérios para aprovação de projetos:

• Que envolvam no mínimo três famílias, com uma organização coletiva/associativa ou em mutirão;

• Que tenham um parecer da paróquia ou de alguma pastoral ou movimento social;

• Que tenham contrapartida do grupo envolvido (recursos financeiros, mão-de-obra, materiais disponíveis no grupo, etc.);

• Todos os projetos devem envolver uma devolução solidária. Os projetos de geração de renda necessitam ter um valor em dinheiro que retorna ao Fundo. Já os projetos de educação solidária devem ter algum gesto concreto de solidariedade dentro da própria comunidade. Por sua vez, os projetos direcionados à saúde coletiva demandam que sejam reproduzidos ou multiplicados para outras pessoas ou grupos;

• Compromisso com a prestação de contas: relatório descritivo, financeiro e fotos para divulgação.

Veja o roteiro abaixo, monte seu projeto e envie para:

 

 
 

Centro Arquidiocesano de Pastoral
www.arquidiocesedepassofundo.com.br arquidiocese@arquidiocesedepassofundo.com.br
Rua Coronel Chicuta, 436 1º Andar | 99010-051
(54) 3045 9204
Passo Fundo RS

Cáritas Arquidiocesana de Passo Fundo
www.caritaspf.com.br | caritas@caritaspf.com.br
Rua Paissandu, 1868 | 99010-102
(54) 3045 1262 | (54) 9173 5352
Passo Fundo RS

 
 

 

Roteiro básico para apresentação de projetos:

1. Título do projeto;

2. Identificação:

2.1 Endereço;

2.2 Pessoas responsáveis ou de referência;

2.3 Número de famílias e de pessoas beneficiadas.

3. Pastoral, movimento ou paróquia responsável (acompanha parecer);

4. Histórico do grupo - quando surgiu, qual a sua proposta, onde se encontra, o que já faz;

5. Objetivo do projeto - o que vão fazer, o que querem alcançar com este trabalho, vender ou repassar os frutos do projeto;

6. Organização - como vão se organizar, como vão fazer, quem faz o quê, quanto tempo leva para executar o projeto;

7. O que o grupo precisa e qual o valor (listar gasto por gasto com o valor de cada item);

8. Contrapartida do grupo - qual é a participação financeira, prestação de serviço ou material que o grupo vai dispor para executar o projeto;

9. Como serão partilhados os resultados (sobras) gerados pelos projetos;

10. Como se dará a continuidade do projeto, como se sustentará;

11. Valor solicitado;

12. Proposta de devolução solidária (porcentagem e forma/período);

13. Local e data;

14. Assinatura das pessoas responsáveis.